Buscar
  • FacilitaMed - Gestão de Clínicas Médicas e Administração de Consultórios

HUMANIZAÇÃO NA SAÚDE: O QUE É, IMPORTÂNCIA, ETC..

A humanização na saúde é uma pauta


recorrente entre as instituições de saúde que buscam evoluir o atendimento prestado aos pacientes.


Tanto na saúde pública quanto privada, uma das principais reclamações dos usuários é a forma como são atendidos. Empatia, honestidade e paciência são as marcas de um atendimento que se importa não apenas com a saúde física do paciente, mas também com sua saúde psicológica.




O QUE É A HUMANIZAÇÃO NA SAÚDE?



A proposta de humanizar a saúde e o atendi


mento é modificar a frente de atuação da medicina – que se limita ora à cura, ora à manutenção pela vida – e, também, atuar na prevenção e conscientização em prol de uma rotina mais saudável e plena.


A busca pela criação de um vínculo mais humanizado na saúde envolve todos da instituição: profissionais, gestores e pacientes.


Em geral, você pode identificar um atendimento humanizado por algumas características, como:


- profissionais éticos;

- tratamento individualizado;

- confiança, segurança e apoio;

- empatia, respeito e acolhimento;

- confiança e apoio que gera segurança;

- infraestrutura de ponta e tecnologias que facilitem as rotinas;

- capacidade de ouvir e ser sensível às questões particulares de cada um.


QUAL É A IMPORTÂNCIA DA HUMANIZAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE?


A humanização na saúde não impacta apenas a relação médico-paciente, mas todo o ambiente de trabalho, influenciando positivamente na rotina produtiva de todos.


Além disso, é possível apontar alguns outros benefícios que estabelecimentos engajados em humanizar o atendimento experimentam:


- Satisfação do paciente;

- Maior eficácia do tratamento;

- Confiança na relação do paciente com os profissionais;

- Maior sucesso na prevenção;

- Ética profissional;.


Tanto na saúde pública quanto privada, uma das principais reclamações dos usuários é a forma como são atendidos. Hospitais e clínicas tem muito a avançar no quesito atendimento. No entanto, essa não é uma evolução impossível. Longe disso.


Bastam alguns passos e modificações internas para que o estabelecimento seja reconhecido pela sua humanização na saúde


1 visualização0 comentário